Perfil: Talento na Matemática e na Economia

A ex-aluna do Band, Mayra Ivanoff Lora, formou-se no Ensino Médio em 1996 e seguiu uma brilhante carreira, sempre próxima dos números. Logo após o término do Colégio, ingressou na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli – USP). Com mestrado e doutorado, ambos em Estatística, ela se tornou professora na Fundação Getúlio Vargas – pouco mais tarde, assumiu a coordenação de graduação da Escola de Economia da renomada instituição.

mayra_destaque

Ao todo foram onze anos no Bandeirantes. Inicialmente como aluna, do 6.o ano do Ensino Fundamental à 3.a série do Ensino Médio. Após ter sido aprovada no vestibular, a dedicada estudante voltou ao Colégio para trabalhar como monitora de Matemática.

“Como aluna, aprendi muito conteúdo que carrego até hoje. Como monitora, soube perceber o que era uma boa aula. Inclusive me inspirei nos professores do Band para ministrar as minhas aulas na FGV. Também aprendi a lidar com alunos, em especial com as perguntas inesperadas que eles podem fazer durante uma aula. Percebi também a importância de fazer parte de um grupo, de formar essa identidade”, explica Mayra.

Em 2004, Mayra começou a trabalhar na FGV, também como monitora. Em seis meses já estava ministrando aulas como professora. Em 2011 foi convidada para coordenar a implementação de um novo método de ensino na graduação, o PBL (Problem Based Learning); no início de 2013 assumiu a coordenação de graduação da Escola de Economia.

“Como coordenadora eu sou responsável pelas decisões da graduação, como conversar com professores sobre cursos e fazer reuniões de início e final de semestre para acertar conteúdos e definir calendários. Também atendendo alunos com demandas sobre o curso e muitas outras ações que envolvem o dia a dia da graduação”, descreveu Mayra.

Todo esse trabalho exige cada vez mais estudo . “Não tem como um professor universitário não estudar. Na verdade, quem deseja evoluir na carreira, em qualquer área, precisa estudar sempre”, finaliza.