Ex-aluno é destaque no cenário automotivo internacional

Estudo, responsabilidade e dedicação. Estas são as características principais que o ex-aluno José Augusto de Amorim ressalta como diferenciais que sua formação no Band proporcionou em sua vida profissional. Formado em 1995, José percorreu um trajeto de sucesso na área de comunicação, sempre unindo suas habilidades ao seu incansável interesse pela indústria automotiva.

jose_augusto1Formado pela Cásper Líbero em Jornalismo, o ex-aluno iniciou sua carreira como estagiário no Diário de São Paulo, onde permaneceu até poucos meses depois de sua formação. “Era um programa muito interessante: você passava por várias editorias. Sempre fui apaixonado por carros, então sabia que era a indústria automotiva que eu queria cobrir. Consegui que a maior parte do programa fosse na editoria de automóveis”, conta.

Depois dessa experiência, ele conseguiu um emprego como repórter na Folha de São Paulo, justamente na seção Veículos. Passados cinco anos no cargo, foi promovido a editor da seção, ficando responsável por selecionar as pautas a serem apuradas, pensar na abordagem para os novos carros que chegavam ao mercado, escolher as fotos que acompanhariam o texto e diagramar as páginas.

Buscando se aprofundar em uma área que julgava importante para a execução de seu trabalho, José investiu em uma pós-graduação. “Pesquisei sobre Ciências do Consumo Aplicadas, na ESPM, que me ajudou a entender muito como as pessoas, no caso, os meus leitores, compram”, explica. “Queria um novo rumo profissional e sabia que precisava de uma visão de negócios que eu não tinha, mas não queria abandonar os carros”, pontuou.

Depois de concluir seu MBA na Hult International Business School em Boston, em agosto de 2011, conseguiu emprego na Polk, uma empresa americana centenária que trabalha com dados para a indústria automotiva no mundo todo. “Fui contratado para fazer previsões de mercado em vários países latino-americanos, sendo o Brasil o mais importante. Ser brasileiro, ter trabalhado minha vida toda com automóveis e ter estudado nos EUA me ajudaram a conseguir essa vaga”, comenta José.

Hoje o ex-aluno exerce o cargo de analista chefe na empresa IHS Automotive. “Sem dúvida, a minha formação no Band fez um grande diferencial. O Bandeirantes é uma escola que exige muito dos alunos: você precisa estudar, ser responsável e ser dedicado. É a mesma coisa em qualquer empresa onde queira ter sucesso”, disse.

“Isso sem falar em todo o conhecimento que o Bandeirantes dá para seus alunos. Acho que muita gente só pensa no que usa todos os dias (Português ou Inglês, basicamente), mas não tem preço quando, por exemplo, estou lendo um artigo que me faz relembrar temas que aprendi nas aulas de Geografia ou Biologia”, conclui.