Aluno é admitido na Foothill College

foothill_danielDaniel Han, formado em 2014, foi aceito na Foothill College em Los Altos Hills, na Califórnia (EUA). O aluno começará seus estudos de Engenharia na faculdade no início de abril.

Ele contou que sempre teve o sonho de estudar fora, mas não estava certo se teria chances. Assim, decidiu conversar com o Prof. Olavo Amorim, Coordenador de Língua Inglesa a Assuntos Internacionais. Ele então, foi informado sobre as community colleges, onde o aluno estuda por dois anos e depois pede transferência para cursar o 3º e 4º ano em outra universidade maior, como Stanford, por exemplo.

“Exigência de aceitação é diferente, o aluno não precisa fazer SAT, mas precisa provar que tem um bom Inglês e claro, um desempenho acadêmico satisfatório”, declarou o professor, “No entanto, vale ressaltar que a community college não é de menor importância. Ao contrário, ela existe exatamente para pavimentar o caminho de um aluno que ainda tem suas indecisões. A Foothill é uma escola de enorme prestígio e muito reconhecimento nas universidades americanas”.

Para Daniel, o mais importante para conseguir a aprovação foi o apoio dos mestres. “Muitos dos nossos queridos professores acreditavam que, com esforço e dedicação, todos eram capazes de entrar em boas universidades.” E ainda acrescentou: “Queria agradecer especialmente ao professor Ricardo Sabo, ele deu a mim e a minha sala uma grande motivação, que fez todos criarem autoconfiança para atingirem suas metas.”

O aluno ainda não sabe para qual universidade pedirá transferência e usará esses dois anos para conhecer melhor as suas possibilidades.

Aluno dedica tempo livre a projetos sociais relevantes

Aluno de 2008, Flávio Carelli atua na ONG 1Amor1Ciclo, que reúne jovens para debater sobre temas relacionados à religião, além de atuar em diversos projetos paralelos à organização.

flavio_carelli3

Formado em Administração pelo Insper, Flávio trabalha desenvolvendo a área social do projeto 1Amor1Ciclo, com a finalidade auxiliar e facilitar instituições que já estejam em funcionamento. Entre estas, estão o Instituto Papel de Menino (que busca ajudar jovens e adolescentes da Fundação Casa a se reinserirem na sociedade) e o Instituto Brasileiro de Transformação Pela Educação (que atua na região conhecida como “Cracolândia”, auxiliando crianças e adolescentes que são filhos de dependentes químicos a receberem educação).

flavio_carelli

Carelli afirma que investe praticamente todo o seu tempo livre às atividades sociais do 1Amor1Ciclo, que hoje chega a reunir 200 jovens em seus encontros. “São pessoas de vários contextos sociais, orientações sexuais, religiões e opiniões diferentes, se encontrando para refletir como a mensagem de alguém que viveu a 2 mil anos atrás ainda pode ser relevante”, explicou.

flavio_carelli2

Realizado profissionalmente trabalhando na Kroton Educacional, Flávio diz ter orgulho de ver histórias de pessoas sendo transformadas em ambos trabalhos. Por isso, acredita que projetos que visam uma evolução a longo prazo são mais eficientes por promoverem um envolvimento maior entre o voluntário e a pessoa necessitada. “As pessoas não nascem com vocação social, mas devem se dar conta que nossas atitudes ou a falta delas fazem total diferença na realidade em que vivemos”, acredita.

“O diferencial do Band está na cultura que está dentro dele, desde pessoas distintas convivendo em um mesmo espaço até professores que desafiam nossa visão de mundo todos os dias”, comentou. “A mistura de tudo isto molda a cultura do Band, que é o mais precioso que o Colégio tem a oferecer”, completou.